O nascer de um novo espaço

Promo Lapsis Açores

A Terapia Familiar: quando e porquê

A Terapia Familiar nasce da ideia de que o trabalho terapêutico com as famílias permite ir além das questões individuais, auxiliando o grupo familiar a reorganizar-se perante os problemas. A sua força assenta no enorme potencial do grupo para o crescimento colectivo. (+)

Álvaro Faria da Paz Pereira

Álvaro Faria da Paz Pereira (actor, encenador e autor)

Data de Nascimento: 06-07-1954

Cursos

Xadrez - Nível 1: Complexificar o pensamento, descomplexificar a matemática (7+)

Xadrez Sénior – Nível 1

Escrita Criativa e Ilustração - 6/12 anos

2012: Oficina de Férias - Escrita Criativa - 6-10 anos

2012: Oficina de Férias - Escrita Criativa - 11-14 anos

Síntese

Estreou-se como actor em 1973, na Companhia do Teatro Nacional (Empresa Amélia Rey Colaço - Robles Monteiro), então sediada no Teatro da Trindade.

Participou em 34 peças de teatro, na Casa da Comédia, Teatro Experimental de Cascais, Primeiro Acto, Teatro Maria Matos, Acarte (Fundação Gulbenkian), Teatro Nacional D. Maria II, Companhia de Teatro de Almada, etc. Foi protagonista ou co-protagonista em 7 destas peças. Participou em digressões à Madeira (duas vezes), Açores, Brasil, Estados Unidos, México e França.

Em cinema, participou em cinco longas-metragens (de Guilherme d' Eça Leal, Paulo Rocha, João Mário Grilo e Telmo Martins) e oito curtas-metragens e foi o narrador de um filme de animação.

Quanto a televisão, participou em doze peças, cinco telefilmes (um dos quais francês), vinte telenovelas, dezoito séries e duas mini-séries, para além de programas culturais, recreativos, para crianças, etc.

Participou também em mais de duas centenas de peças, folhetins e outros programas de rádio.

Apresentou-se diversas vezes como contador de histórias, sobretudo em escolas, e realizou vários outros trabalhos de natureza dispersa: apresentação de espectáculos, sessões de poesia, spots publicitários (rádio e televisão), narração de documentários, dobragens, etc.

Como encenador, dirigiu, a partir de 1983, treze espectáculos de teatro (incluindo duas criações colectivas de que foi coordenador).

Como autor, escreveu treze espectáculos levados à cena (incluindo três com Gonsalves Preto, um com José Neto e duas criações colectivas que orientou), para além de várias obras (originais e adaptadas) para rádio, incluindo a peça O Contacto das Seis Horas, segundo prémio do concurso de originais Rádio Comercial/Associação Portuguesa de Escritores, e o Ciclo Gil Vicente, transmitido pela Antena 2 da RDP. Escreveu ainda artigos de diversa índole para jornais e revistas, argumentos para banda desenhada e os guiões de dois vídeos produzidos pelo Pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Lisboa e (em co-autoria) das curtas-metragens Sei de Tudo e Rupofobia, realizadas por Telmo Martins.

A sua peça A História de Suleiman foi lançada em livro, em 2003, pela Campo das Letras. Em 2009, a Ministério dos Livros publicou a sua obra para crianças O Berbicacho.

Para breve, estão previstas as publicações de As Viagens do Ferro-Velho, pela Sociedade Portuguesa de Autores/Imprensa Nacional – Casa da Moeda, Provérbios de Amor, pela Ministério dos Livros, e uma nova edição de A História de Suleiman, desta vez pela Ministério dos Livros.

Assinou também diversas traduções.

Paralelamente, e com o nome de Álvaro Pereira, desenvolveu uma carreira no campo do xadrez, quer como jogador [principalmente, na modalidade por correspondência: Grande-Mestre Internacional, 5º classificado no XIII Camp. do Mundo, primeiro tabuleiro e capitão da selecção nacional que foi 5ª na IX Olimpíada, ex-campeão nacional e vencedor de uma Taça de Portugal, etc.; mas também «sobre o tabuleiro»: Mestre FIDE (Federação Internacional de Xadrez), Mestre Nacional, várias vezes finalista do Campeonato de Portugal, quatro vezes vice-campeão de Lisboa e uma vice-campeão nacional open, recordista ibérico de simultâneas às cegas, etc.], quer como organizador (sobretudo no lançamento e durante algum tempo na coordenação dos Planos de Desenvolvimento do Xadrez das Câmaras Municipais de Lisboa e do Seixal), treinador (de jovens promessas, clubes, etc., tendo acompanhado os elementos que disputaram o Camp. da Europa de Jovens, na Estónia, em 1997, e sido capitão da selecção feminina presente no Camp. da Europa, na Geórgia, em 1999), conferencista, dirigente, comentador (em revistas especializadas dos EUA, Brasil, Argentina, Espanha, França, Reino Unido, Irlanda, Holanda, Itália, Alemanha, Noruega, Jugoslávia, Ucrânia, Paquistão, etc.) e jornalista (tendo colaborado nos periódicos República, Capital, Desporto, o diário, o ponto, Diário Popular, Diário de Lisboa, A Bola, Gazeta dos Desportos e Correio da Manhã, entre outros, e tendo sido chefe de redacção de Peão Distante, na época a única revista impressa de xadrez existente em Portugal).

Escreveu os livros Karpov-Korchnoi: 32 Lições de Xadrez (em co-autoria, 1978, esgotado) e Introdução ao Xadrez (1988, duas edições), ambos publicados pela Caminho, para além de traduções e revisões técnicas.

Conduziu sessões de simultâneas em inúmeras localidades portuguesas, incluindo o Funchal, assim como em Espanha, S. Tomé e Príncipe e Cabo Verde.

Foi o principal responsável da organização do Congresso da ICCF de 2002 (Fernão Ferro/Seixal), em que participaram 108 pessoas de 35 países.

Também foi prelector de diversas acções de formação, em Portugal, Cabo Verde e Moçambique, a vários níveis, incluindo para formadores (monitores, treinadores, árbitros e organizadores de torneios).

Possui o Certificado de Aptidão Profissional de Formador.


Esconder o formulário de comentários Esconder o formulário de comentários

Bold Italic Underline Stroke Quote Ordered List Unordered List Introduza o comentário da imagem Introduza o URL Código Smileys

:confused: :cool: :cry: :laugh: :lol: :normal: :blush: :rolleyes: :sad: :shocked: :sick: :sleeping: :smile: :surprised: :tongue: :unsure: :whistle: :wink: 

  1000 Caracteres disponíveis

Antispam Apresentar nova imagem Não diferenciar maiúsculas e minúsculas

 

Free templates for Joomlajtemplate.ru

Testemunhos

Mtoo Iiindo ameei, >< Maanda maais sober familia ^^

Eu gostei muito Renato,e agradeço porque esse texto me ajudou a fazer o meu trabalho,e eu tirei dez foi melhor trabalho da classe,muito obrigada mesmo. Meu nome é Francine Kamila e eu tenho dez anos.

Obrigado pela amizade. Luís Gaspar

Tenho que agradecer à Lapsis por todo o apoio psicológico que me deram há alguns anos. Em parte, se não fossem vocês, eu já não estaria cá :) Obrigada. Catarina R.