Lapsis - Centro de Apoio Psicoterapêutico e Psicopedagógico

O primeiro livro interminável

Este é um trabalho conjunto de duas mentes livres e um computador que nos pedia coisas novas.

Estas máquinas que ganham sentimentos a cada dia que passa ao invés do ser humano que cada vez mais se torna numa máquina e se afasta da sua própria essência: "pensar pensamentos". Pensamentos que andam por aí à procura de pensadores que são cada vez mais difíceis de encontrar.

A ideia é dar a possibilidade a cada um de contribuir com os seus pensamentos para a feitura deste livro, salvaguardando para nós a escolha dos textos a publicar.

Uma vez que concordamos com o escritor Vergílio Ferreira quando este afirma "da minha língua vê-se o mar" e com Fernando Pessoa quando afirma que "ao leme sou mais do que eu", é dessa língua que não abdicamos. Para termes a participação de um público e autores mais abrangentes, termos uma tradução para inglês para uma participação mundial esperando estar à altura de tamanha tarefa.

Começamos há anos e vidas atrás a sonhar e a escrever este livro sem o saber.

O pensamento e diversão podem estar de mãos dadas. Seja bem-vindo, pense e goze da liberdade de sentir que pode pensar, sentir e desfrutar.


Floco 07.11.2013 (18:19:54)  
Livro Interminável Sim Não  

Caíu-me uma Asa...
Voar já não é tão fácil...
O sonho afasta-se do céu, E as vertigens de uma queda esperada
Toldam-me a alma e arrefecem-me o corpo.
Há muito que partiste de mim...
Há muito que te desencontraste de ti...
Perdemos o tempo e o tempo perdeu-se de nós...
Saimos em voo desesperado num céu que julgavamos sem fim
E eu, deixei a Asa, num espaço algures
trancado dentro de mim.

 
   
       
Paulo Pereira 04.10.2013 (13:07:20)  
Dias y Flores - Silvio Rodriguez Sim Não  

Dias y Flores - Silvio Rodriguez -- http://www.youtube.com/watch?v=6GJTFRNkaho

 
   
       
Paulo Pereira 04.10.2013 (13:03:35)  
Sim Não  

« ..A raiva é um veneno que bebemos à espera que os outros morram» William Shakespeare

 
   
       
Paulo Pereira 27.09.2013 (14:21:38)  
Sim Não  

Hoje quero escrever.
O quê?
Porquê?
Para quê?
Para quem?
Creio que talvez no fim do texto possa saber algo que ainda não sei.
Escrevo em busca de mim
À procura dos sentimentos esquecidos, das emoções separadas à força de mim.
Escrevo para achar pedras, peixes, amores, raivas, lutas, penas....
Encontro-me na terrinha e sou um doce de tomate, um cacho de uvas, uma pisa do vinho que nenhum deus provou, sou a ribeira e o Tejo de uma agua que não partiu....
Bebo sonhos, devoro o tempo que passou, sorrio a cada memoria como se lhes desse os bons-dias. Elas são minhas vizinhas e eu gosto de falar com elas.
Escrevo pedras, como o tempo que não quer passar com pão de milho e castelos de melancia.
Sou ave, gaivota, céu, Lisboa, guitarra, alfama, tese, tesão, tanta tensão.
Sou um texto escrito numa língua que não sei
Sou texto lido por alguém que me há-de amar um dia.
Sou texto do futuro
Invento um sol frio que se aquece dos planetas que obriga a girar.

 
   
       
Paulo Pereira 29.07.2013 (10:38:04)  
1º poema do livro Sim Não  

Tu
Ha um instante para morrer e uma vida inteira para viver Viver o estar e o ser aqui sem memoria mas cheios de futuro .
O sonho é maior do que eu e mais pequeno do que Eu.
Amar amar amar Receita antiga mas esquecida no fundo de nós.
Amar liberta-nos e leva-nos ás partes mais belas e sublimes que existem por dentro e que há muito desistimos de procurar . por cansaço , por medo ,por falta de fé em nós.
É tão facil desistirmos de nós .
Matamos tempo para nao nos sentirmos nem sermos .
Aceitamos tudo como se tivesse de ser assim.
Nao tem.
Eu quero mais e melhor.
Daqui grito odio ao vazio que nos enche de tudo o que nao precisamos.
Quero ver um mundo de Homens e Mulheres livres e pensantes .
Tenho fé nisso. Só o pensamento unido á liberdade nos pode fazer melhores e maiores .
Somos guiados por fantasmas dentro e fora de nós.
Que fazer?
Preciso de ajuda .
Tu podes ajudar-me.
Tu podes ajudar
Tu podes
Tu.

 
   
       
Esconder o formulário de comentários Esconder o formulário de comentários

Bold Italic Underline Stroke Quote Ordered List Unordered List Introduza o comentário da imagem Introduza o URL Código Smileys

:confused: :cool: :cry: :laugh: :lol: :normal: :blush: :rolleyes: :sad: :shocked: :sick: :sleeping: :smile: :surprised: :tongue: :unsure: :whistle: :wink: 

  1000 Caracteres disponíveis

Antispam Apresentar nova imagem Não diferenciar maiúsculas e minúsculas