Psicodrama

O Psicodrama consiste numa técnica psicoterapêutica individual realizada em grupo, em que é fundamental a delimitação física daquilo a que chamamos o palco (rectângulo com 2,5m por 2m2) centrado, em volta do qual se encontram os participantes: pacientes – jovens de ambos os sexos, cujo limite máximo são 10 participantes; e 2 psicodramatistas (1 director de grupo e 1 ego auxiliar).

É no palco que se desenrola toda a acção – psicodramatização - que consiste num exercício/jogo em que participa o grupo ou apenas uma parte do grupo ou ainda o chamado protagonista individual. Este exercício/jogo é proposto pelo director do grupo e tem como objectivo que o jovem consiga expor e partilhar naquele palco os conflitos, as angústias e as incertezas vividas num palco interior – “o palco da mente”.

O psicodrama surge como uma terapia com fortes indicações para os jovens, uma vez que, como se sabe, é na adolescência que o grupo e a necessidade do grupo é mais notória. No psicodrama trabalha-se toda a dinâmica inerente ao funcionamento do grupo (o líder, o bode expiatório, a submissão ao líder, a revolta, etc.) bem como os medos, as fugas (para a frente e para trás), as inibições e os sonhos de cada um. Na idade das metamorfoses, internas e externas, é bom “sentir a borboleta a sair do casulo”.

1000 Characters left


Free templates for Joomlajtemplate.ru